top of page
  • Foto do escritorMagda Cruz

José Saramago pelas palavras dos outros

Das biografias à ficção



Chegou o dia em que se completa uma década desde que José Saramago faleceu. Imortalizou-se como escritor, poeta e ensaísta, mas exerceu muitas profissões. Conhecemo-lo não só através do que deixou escrito, como também do que escrevem sobre ele.


Foi serralheiro mecânico, desenhador, funcionário da saúde e da previdência social. Trabalhou como jornalista, foi responsável pela produção numa editora, acumulou funções como tradutor e crítico literário.


Para conhecer melhor este homem que não nasceu com o apelido Saramago, mas sim de Sousa, que sempre contou a história de homens e mulheres – reais ou fictícias – e que chamou a atenção do mundo para os direitos do homem, destacamos vários livros, do mais recente para o mais antigo.


Foram dezenas e dezenas de livros que tocam em Saramago de alguma forma. Biografias, compilações de discursos, registos do percurso e até obras de ficção têm vindo a ser editadas, mesmo antes da morte do Nobel português.


4 visualizações0 comentário
bottom of page