top of page
  • Foto do escritorMagda Cruz

Crónica. "Trepadeira e figueira no Marquês"


Mesmo à entrada da estação onde costumo apanhar o comboio, há um pedaço de terreno abandonado - ou talvez à espera que alguma casa se erga no seu espaço. O talhão está coberto de uma planta trepadeira de onde brotam flores roxas, daquelas que encostávamos ao nariz durante os passeios à casa dos avós, “na terra”, mas bem maiores.


Se conhecerem o segundo livro da escritora Maria Isaac, sabem que flor estou a tentar descrever. Apesar de gostar muito de plantas, parece que não tenho o nome de todas as flores na ponta da língua. Vou ligar à minha avó para tirar a dúvida. O livro chama-se “O que Dizer das Flores”. Bem, e o que dizer…



bottom of page