top of page
  • Foto do escritorMagda Cruz

Crónica. "Sentado no trono, Pina observa os pássaros"


Manuel António Pina foi convidado para a Feira do Livro do Porto e não fez a desfeita a ninguém. Como é o autor homenageado da 10ª edição da Feira, eu tinha de lhe dedicar algumas frases - ainda que mancas.


Este ano, por variadas razões, não devo conseguir estar nos jardins do Palácio de Cristal para encher o saco de livros, ouvir as palavras de quem escreve e conhecer quem lê. Se conseguisse, podia ser um reencontro com Pina, que durante muito tempo foi o meu poeta de eleição. Continuo a adorar a poesia de Manuel António Pina, mas acabou por ser destronado por novas descobertas.


Descobri Manuel António Pina ainda recentemente. Era 2019 e o Ponto Final, Parágrafo ia para o episódio número 10, tal como a FLP vai para a décima edição. Do outro lado da mesa estava Clara Não. A artista tinha vindo do Porto para abrir uma exposição sua em Lisboa e, no momento certo, eu tinha mandado uma mensagem com o convite. Lembro-me de que foi uma conversa espetacular e com muitas sugestões de leitura.


0 visualização0 comentário
bottom of page