top of page
  • Foto do escritorMagda Cruz

Crónica. "Estes tempos há uns tempos"


O dia 17 é muito importante para mim. Nem sempre o foi. Altura houve em que foi apenas um dia como outros quaisquer - e, de resto, o número que o Ronaldo usava até ficar com o famoso 7, na altura envergado por Figo. Hoje, tem mais significado.


A 17 de junho, mas há uns aninhos, em 1992, José Saramago estava a ser laureado com o Prémio da Associação Portuguesa de Escritores. Era o romance "Evangelho Segundo Jesus Cristo" que vencia a medalha.


Cerca de 5 anos depois, Saramago terminava o livro “Todos os Nomes”. Nesse dia, ainda acrescenta ao seu diário: “Pilar acha que é o meu melhor romance, e ela sempre tem razão.” É uma passagem que podem ler no quinto volume de “Cadernos de Lanzarote”.



bottom of page